O casamento de Vicka

Há 8 anos, num sábado, 26 janeiro de 2002, na igreja paroquial de São Tiago em Medjugorje, foi celebrado o casamento de Vicka Ivankovic, uma das videntes de Medjugorje, com Marijo Mijatovic. Vicka com 37 anos de idade e Marijo, 36. (Pronúncia: Mario). Vicka tornou-se então a sra.Mijatovic-Ivankovic. Vicka sempre considerou o casamento como uma possibilidade para ela. Quando questionada sobre esta decisão ela sempre respondia: “Vou fazer o que Deus quer, não excluo qualquer possibilidade. Deus e Nossa Senhora respeitam a nossa liberdade”.

O celebração do casamento foi presidida pelo padre. Branko Rados, pároco de Medjugorje, a Santa Missa foi concelebrada pelo Padre. Jozo Zovko e Pe. Ivan Landeka com mais de 20 outros sacerdotes de vários países. O casamento atraiu centenas de amigos de todo o mundo e muitos peregrinos, alguns deles vieram especialmente para a ocasião. Meninos e meninas da Comunidade do Cenáculo cantaram e tocaram no casamento. Irmã Elvira veio a Medjugorje para esta ocasião solene.

Vicka desde então passou a viver em sua casa em Krehin Gradac perto de Medjugorje, mas ela continua a receber os peregrinos e ser um testemunho da mensagem de Nossa Senhora na escada de sua casa velha em Bijakovici. Hoje o casal tem dois filhos: Sofia Maria (13/01/2003) e Antônio (18/10/2004).

Marijo nasceu em Sarajevo e ajudava ao saudoso Padre Slavko. Na época do casamanto ele estava na coordenação da aldeia dos órfãos de guerra criado pelo padre Slavko. Não temos informações atualizadas se ele permanece nesta atividade.

Algumas semanas antes do casamanto de Vicka irmã Emanoel e Dennis Nolan foram ao seu encontro para entrevistá-la. Aqui estão alguns temas que eles conversaram. Vicka reflete verdades doutrinárias sobre a liberdade e a responsabilidade da pessoa de forma muito natural e profunda.

Vicka, como você vê esta sua opção pelo casamento?

Vicka: Veja! A cada momento Deus nos chama e nós devemos estar prontos na profundidade de nossos corações para responder a esse chamado. Eu tenho procurado responder ao chamado de Deus transmitindo as mensagens nos últimos vinte anos. Eu fiz isso por Deus, por Nossa Nenhora. Pelos últimos vinte anos eu tenho feito isto sozinha, e nada vai mudar agora, exceto que eu estarei fazendo isso em uma situação de família. Deus está me chamando para iniciar uma família, uma família santa, uma família para Deus. Você sabe, eu tenho uma grande responsabilidade com as pessoas. Eles nos olham como modelos, exemplos a seguir. Então, quero dizer ao jovens: não tenham medo de se comprometerem num casamento, de escolher a via do casamento! Mas a fim de estarem bem certos em seu caminho, se é um ou outro, o que é mais importante é ter Deus em primeiro em suas vidas, por a oração por primeiro, iniciar o dia com oração e terminá-lo com oração. Um casamento no qual não há oração, é um casamento que afinal de contas é vazio. Onde há amor, há tudo. Mas uma coisa deve ser enfatizada: amor, sim, mas, que amor? Amor a Deus em primeiro lugar, e então o amor pela pessoa com quem você vai viver. Então, na vida diária, você não deve esperar que tudo serão rosas, que tudo será fácil.. Não! Quando o sacrifício se tornar necessário, pequenas penitências, você deve sempre oferece-las ao Senhor com todo o seu coração. Todo dia, agradeça ao Senhor, tudo o que aconteceu naquele dia. Esse o motivo por que eu estou dizendo: queridos jovens, queridos casais de jovens, não tenham medo. Façam Deus a pessoa mais importante de sua família, façam ele o Rei de sua família, o coloquem por primeiro, que ele vai abençoa-los. E não apenas a vocês mas também a todos os que se aproximarem de vocês.

Você continuará morando em Medjugorje após o seu casamento?

Eu ficarei morando a alguns quilometros daqui, mas vou permanecer no meu posto (os degraus da casa azul) na maioria das manhãs! E não terei que mudar minha missão, eu sei o meu lugar! O meu casamento não vai mudar isso.

Você vai se casar com Mário. O que pode nos dizer dele?

É difícil para mim falar sobre ele, mas certamente uma coisa certa é comum a nós dois: a oração. ele é realmente um homem de oração um homem bom e capaz. Ele é um homem profundo o que é muito belo o e o nosso relacionamento quando estamos juntos é muito bom. Há um amor verdadeiro entre nós. sobre o qual, pouco a pouco, construiremos a nossa vida.

Vicka, como pode uma garota saber o homem certo com quem ela deve se casar?

Você sabe, com a oração é certo que o Senhor e Nossa Senhora estão prontos para responder a você. Se você pergunta em oração qual é a sua vocação, o Senhor lhe responderá sem falta. Você deve ter boa vontade, mas não deve se apressar. Você não deve ao ver o primeiro garoto que passa ir logo dizendo para você mesma ; ” este é o garoto para mim”. Nâo, você não deve fazer isto. Você deve dar um tempo a você mesma. Reze e aguarde pelo tempo de Deus, o tempo certo. Você deve aguardar por que é Ele, Deus, quem envia a você a pessoa certa. Paciência é muito importante. Todos nós tendemos a perder a paciência, nós vamos muito rápido, e, então, depois de termos cometido um erro, dizemos: ” Mas por que, Senhor, esse garoto não era realmente para mim?” Isto é verdade, ele não era para você, mas você não foi paciente. Sem paciência e sem oração nada dá certo. Hoje nós devemos ser muito mais pacientes, mais abertos para responder ao que o Senhor deseja. E uma vez que encontramos a pessoa certa para casar, se um ou outro teme de mudar a sua vida e diz a si mesmo: ” Vai ser mais fácil para mim” esta pessoa esta com temores dentro dela. Nâo, primeiro nós devemos nos libertar de tudo o que nos preocupa interiormente e, então nós poderemos fazer o que o Senhor deseja. Nós não podemos pedir uma graça quando temos um grande bloqueio (obstáculo) dentro de nós. Nós nunca receberemos esta graça, por que interiormente não estamos preparados para ela. Deus nos deu liberdade. Ele também nos deu boa vontade e então nós devemos nos libertar de nossos obstáculos. Então, cabe a nós se seremos livres ou não. Todos tendemos a dizer: “Deus isso, Deus aquilo, Deus faça isso, Deus faça aquilo…” Deus age, é claro, mas eu devo copeerar com Ele e e estar disposto. Devemos dizer: É isto que eu quero, então eu farei isto”

Vicka, você pediu conselho a Nossa Senhora sobre o seu casamento ?

Veja, eu sou como todas as outras pessoas. Deus me deu a liberdade de escolher. Eu devo fazer a escolha com todo o meu coração. Seria muito fácil se Nossa Senhora dissesse: “Faça isso, faça aquilo”. Nâo, ela não age assim. Deus nos deu a todos grandes dons em nosso interior assim devemos compreender interiormente o que Ele preparou para nós. (Vicka não tratou do assunto com Nossa Senhora. “Eu nunca peço nada para mim” ela diz).

Vicka, muitas pessoas consagradas vivem o celibato e tem você como “ideal” em Medjugorje e agora eles vêem você se casando. Você tem algo a lhes dizer?

Veja durante esses vinte anos Deus me chamou para ser um instrumento em suas mãos desta maneira (solteira). Se represento um “ideal” para essas pessoas, nada mudou agora! Não posso ver diferença! Se alguém toma uma pessoa como um exemplo, a essa pessoa deve ser permitido responder ao chamado de Deus. Se Deus agora deseja me chamar a uma vida de família, uma família santa, é que Deus me deseja como exemplo, e eu devo responder a Ele. Para nossas próprias vidas não devemos ficar olhando em volta para ver o que os outros estão fazendo, mas olharmos para o nosso interior, e ali descobrimos para que Deus está nos chamando. Ele me chamou para viver naquela forma por 20 anos e agora está me chamando para algo mais e eu devo agradecê-Lo. Eu devo responder também para uma outra parte de minha vida. Hoje, Deus precisa do exemplo de boas famílias, e eu creio que há Gospa deseja agora me fazer um exemplo naquela forma (de vida). Não é olhando para os outros que vamos encontrar um exemplo, o testemunho que Deus espera de nós para dar, mas em cada um ouvindo o chamado pessoal de Deus. É esse o testemunho que poderemos dar! Mas, não devemos procurar nossa própria satisfação ou fazer o que nós gostamos. Não, mas devemos somente fazer o que Deus quer que façamos. Muitas vezes nós estamos muito ligados naquilo que queremos e olhamos pouco para aquilo que o Senhor gostaria. E assim podemos passar todo o tempo deixando a vida passar e vendo, ao final, que nós estávamos errados. O tempo passou e não fizemos nada. Mas é hoje que Deus está lhe dando olhos em seu coração e em sua alma assim você pode ver e não desperdiçar o seu tempo. Este tempo é um tempo de graça, mas é um tempo quando devemos fazer escolhas e de sermos mais determinados a cada dia no caminho que escolhemos.

Dos seis videntes, Vicka foi a última a se casar. Jakov sempre brincava com Vicka dizendo “Ninguém quer casar com você, Vicka!” . Então, assim como Vicka todos os outros cinco videntes de Medjugorje se casaram e constituiram famílias. A nenhum deles Nossa Senhora algum dia disse que deveriam se casar ou se tornarem sacerdotes ou religiosos(a) . Quando perguntada se quando mais jovens os videntes não pensaram em ser padres e freiras, Mirjana respondeu: “Como crianças nós perguntamos qual o seu desejo para as nossas vidas. E foi isto que ela respondeu: ‘Se vocês sentem dentro de vossos corações que são chamados para serem padres ou freiras eu desejo que fique claro que eu estarei com vocês. Mas, se vocês desejam ter as suas famílias, então eu desejo que façam o melhor para que sua família seja um exemplo para as outras’. E isto foi tudo o que ela sempre falou sobre nossa vida pessoal.”

Não é certo pensar que a opção pela vida religiosa ou sacerdotal seja uma escolha superior ao casamento. Até por que é dentro do casamento, na constituição de uma família, é que são gerados os sacerdotes, os bispos, os papas, os religiosos e todos os santos. O fundamental, conforme podemos constatar nestes tesemunhos, não é alguém ser isto ou aquilo a partir de uma interpretação aparente do que seria o mais importante, mas sim é estarmos atentos à voz de Deus no interior de nossos corações, de nossas consciências em cada momento e, depois de compreendermos o que Ele realmente deseja para nossas vidas, precisamos estar prontos para responder ao chamado do Senhor com decisão, amor e alegria.

Quando foi em peregrinação a Medjugorje, no início de outubro de 2008, Dom Eduardo Garcia Siller, bispo auxiliar de Buenos Aires foi entrevistado por Lidija Paris, que entre tantas perguntas, fez a seguinte observação a ser comentado pelo bispo…

Lidija Paris: todos os videntes são casados …

Ao que Dom Eduardo respondeu…

Sim, a presença de Deus pode ser experenciada na vida normal diária…

(Fonte: Site Queridos Filhos)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 313 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: